09
MAI
2017

Paulo Arsénio – Candidato à Câmara Municipal de Beja

Candidato à Câmara Municipal de Beja

Paulo Jorge Lúcio Arsénio, natural de Évora, tem 45 anos de idade.
Exerce as funções de Técnico de Administração Tributária-Adjunto na Direção de Finanças de Beja.
Reside em Beja desde 1982, altura em que regressou, com 11 anos, da República Federal da Alemanha.
Exerce ininterruptamente funções de autarca na Assembleia Municipal do concelho onde reside desde 1997.

15
JUN
2017

Apresentação Pública da Candidatura – 22 de Junho

Posted By :
Comments : 0
Dia 22 de juho,quinta-feira, a candidtura PS/SOMOSBEJA, irá realizar a apresentação pública de todos os candidatos aos orgãos autárquicos,para as próximas eleições. Na casa da Cultura de Beja,...
Ler mais
10
JUN
2017

Conclusões da Candidatura PS/SOMOSBEJA – Parque da Cidade

Posted By :
Comments : 0
Passeio da Candidatura PS/SomosBeja ao Parque da Cidade A candidatura do “PS/SomosBeja” promoveu no dia 7 de Junho, um passeio pelo Parque da Cidade, no sentido de proceder a um levantamento dos...
Ler mais

Agenda

setembro 2017
STQQSSD
« ago   out »
     1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  
VOLTAR

Espaço Opinião

22
ABR
2015

25 de abril: Um desafio de futuro

Vamos fazer o que ainda não foi feito “Os problemas da democracia resolvem-se com mais democracia” Mário Alberto Nobre Soares Para quem nasceu e viveu no antigo regime, apercebe-se do despudor de figuras da nossa sociedade que conseguiram estar no tempo certo e no momento...
01
FEV
2015

Crónica de uma queda anunciada, ou talvez não!

O reservatório da praça e a “visão” que nós temos dele! (*) Os novos ciclos políticos também se fazem de novas visões e de novas estratégias. Até aqui estaremos todos mais ou menos de acordo, uns mais de acordo que outros, mas ainda assim, de acordo! De um lado diametralmente...
19
NOV
2014

Comportamentos Aditivos e Dependências

A adição e a adoção de comportamentos de alto risco associados a substâncias ou a atividades, têm características comuns, nomeadamente, quando se tornam tão excessivos na vida dos indivíduos, que assumem um papel fundamental, conduzindo-os a situações de negligência ou exclusão...
12